sexta-feira, 2 de abril de 2010

São Cristóvão Celebra a Páscoa Honrando as Suas Tradições

Elenco reunido em um dos palcos da encenação da Paixão de Cristo (foto: Cleverton Silva, 2010).

A noite de ontem, 1 de abril, foi marcada pela representação de um momento da história humana muito presente no imaginário popular e na Bíblia Sagrada: os últimos dias de vida de Jesus Cristo na Terra. Na parte alta da Cidade, as praças São Francisco, Senhor dos Passos (do Carmo) e as ruas da barroca São Cristóvão mais uma vez foram o cenário de uma tradição popular realizada há décadas, que une a prática teatral e a religiosidade popular

Abriu a programação da noite uma bem frequentada missa na Igreja São Francisco, que é parte do Convento São Francisco e realça a Praça São Francisco, que pleiteia o título de Patrimônio da Humanidade em julho deste ano. Logo após, ainda na Praça São Francisco, a população se reunia para ver duas manifestações cultural-religiosas da cidade que aconteciam distintamente, mas que atualmente estão integradas: a encenação da Paixão de Cristo e a Procissão do Fogaréu. Os dois acontecimentos mobilizam anualmente centenas de pessoas que fazem de São Cristóvão um teatro a céu aberto.

Momento após a missa, que antecedeu a encenação da Paixão de Cristo (foto: Cleverton Silva, 2010).

Atualmente dividida em três palcos e uma série de atos, a Paixão de Cristo reconstituiu a entrada de Jesus em Jerusalém e a Última Ceia no primeiro momento, seguida pela Procissão do Fogaréu, evento que lembra os momentos que antecederam a captura de Jesus, a cena da Prisão de Jesus e o julgamento que condena Cristo à Crucificação. Nos anos anteriores, cenas como a crucificação e a ressurreição de Jesus eram representadas, mas devido à limitação de recursos humanos e materiais, estes momentos estão sendo apenas narrados para encerrar a encenação. Porém, a apresentação merece destaque e é sempre prestigiada pela comunidade e visitantes.

Equipe de reportagem da TV Sergipe entrevista moradora (foto: Cleverton Silva, 2010).

Uma grande cobertura jornalística televisiva foi realizada e envolveu a TV Sergipe (afiliada à Globo), TV Atalaia (afiliada à Record) e TV Aperipê (rede estatal que transmite a TV Brasil), levando a Sergipe mais uma manifestação cultural e religiosa da Cidade que valoriza ainda mais a Praça São Francisco como um espaço de vivência popular e convergência cultural, que contribui com a candidatura da praça a Patrimônio da Humanidade.

Momento da Última Ceia (foto: Cleverton Silva, 2010).

A Procissão do Fogaréu é o momento em que apenas homens marcham pelas ruas com destino ao Largo Senhor dos Passos, que faz parte do Convento Carmelita. Segue um grande grupo de pessoas vestidas como fariseus, soldados, apóstolos e crianças carregando tochas, preenchendo as ruas com as chamas, para verem a cena da prisão de Cristo e o julgamento, encerrando o espetáculo.

Acompanhe mais imagens (fotos: Cleverton Silva, 2010).

Durante a Procissão do Fogaréu.

Homens seguem em marcha.

Jesus no Horto das Oliveiras resiste às tentações do Diabo e aceita o seu destino como o Redentor da humanidade.

Cleverton Silva

2 comentários:

  1. Linda a Paixão de cristo em Sergipe meu amigo, ótimo trabalho o seu, boa pascoa!!

    Abraçoss

    Verônica

    ResponderExcluir